Matérias

Usando a frequência do rádio para atrair o que se deseja. Não é mágica! Por Liam de Melo

Usando a frequência do rádio para atrair o que se deseja. Não é mágica! Por Liam de Melo

Se você tiver um rádio, pare tudo o que está fazendo e vá até ele. Deslize o ponteiro para um número qualquer e observe-o. Preste atenção no som que esta frequência produz. Lentamente, vá mudando de estação, prestando muita atenção em como o som se transforma. Às vezes, vira um ruído horrível, às vezes, um som se sobrepõe ao outro, às vezes, é um som nítido, mas que pode não ser do nosso agrado, para este caso, precisamos de outra estação. A parte mais importante dessa observação é o tempo de permanência nestas estações. Se você mudar de estação a cada um segundo, vai ouvir um ruído diferente a cada um segundo, e esta oscilação pode ser uma experiência horrível!

É um conceito simples, quase ridículo, mas uma vez que você entende esta ideia e aplica na vida, as peças começam a se encaixar e as engrenagens movem a seu favor. Muitas “coincidências” começam a acontecer. É infalível.

Veja: de manhã, você medita. Sua estação é boa.

Aí, você se arruma pra sair e gosta do que vê no espelho. Boa também.

Na rua, o sol brilha forte; em vez de apreciar a luz, a paisagem, o céu, apreciar seus sentidos (visão, olfato…), você reclama do calor. Saltou para uma estação ruim.

As pessoas no trânsito te irritam. Mais frequência ruim.

No ambiente de trabalho ou de estudo, talvez você oscile entre coisas boas e ruins.

Você come um chocolate, e volta a uma frequência agradável.

Os boletos chegam, e você se queixa que o dinheiro vai embora – é uma frequência de perca -, em vez de agradecer por ter dinheiro para pagar aquela conta – que seria uma frequência de provisão, fluidez e abundância.

Alguém está online e não te chama, ou, alguém visualizou sua mensagem e não respondeu, é uma frequência de rejeição, desvalorização e solidão. Quando você dá atenção às pessoas que te respondem, por menos “importantes” que sejam para você, o seu subconsciente registra aquilo como “olha, eu tenho a atenção desta outra pessoa, eu sou importante” – e é uma frequência de aceitação, prioridade e companhia.

Uma gargalhada de uma criança te leva pra uma frequência boa, de novo.

E assim sucessivamente. Você passa o dia inteiro mudando o ponteiro de estação. E o que atrai é uma coletânea de coisas ruins!

Esta oscilação é natural, mas pode ser melhor controlada. Porque, são 10 partes negativas para 2 ou 3 partes positivas, o saldo final é negativo. E é por isso que, em dezembro, parece que nada aconteceu, você até renova a esperança para o ano novo, mas já desanimado, quase sabendo que aquilo é um faz de conta. E é por isso que nenhuma técnica funciona! Porque a técnica em si é uma parte boa dentro de 20 ruins. Precisa rever isso.

Imagine que você e A Fonte estão conectados por um fio. Cada sentimento é um pedido, que vai e volta, como água em um encanamento, você abre a torneira e a água vem. Cada frequência negativa é uma sujeira. Quanto mais negatividade, mais suja a água chega até você. Até chegar num ponto onde você recebe mais sujeira do que água limpa. Faz sentido? (Ho’oponopono é uma ferramenta maravilhosa para limpeza! No meu livro, “O Livro da Ohr+ação – pedir e receber, disponível na Amazon, eu compartilho algumas outras técnicas de limpeza, proteção e boa sorte.)

A partir do momento em que você adotar o hábito de se autoanalisar, se perguntar: “que frequência é esta?”, e, ajustar para que ela seja positiva, BUM!, as bênçãos encontram os canais abertos e fluem. Aí você começa a receber exatamente o que pediu, e não um monte de sujeira e coisas ruins.

Muito se tem falado sobre o poder da gratidão, eu mesmo já repeti isso inúmeras vezes (e vou continuar repetindo), mas o que a gente nunca tinha parado pra notar é que a gratidão é a frequência que consegue unificar passado e ou futuro no presente, é a frequência que produz som de ‘eu gosto disso’, ‘isso é bom’, ‘isso é agradável’, ‘eu estou feliz’, ‘que bom que eu tenho isso’. Automaticamente, a música tocada é boa, agradável e feliz, dando aquela sensação maravilhosa, o sentimento de que somos sortudos e é ótimo estar vivo!

Qual estação você ouve agora?

Qual estação você quer ouvir?

Ajuste o ponteiro. Todos os seus sonhos serão verdade. O futuro já começou!

 

Comentários do Facebook

comentários

Rádio Viva Zen

10.dez.2018

No Comments

Deixe uma resposta

Desenvolvido por Taruga Tecnologia